quinta-feira, 7 de fevereiro de 2013

O Mundo que nos Rodeia: Oposição alemã exige demissão imediata de ministra que perdeu título de doutora (Ora bem, e apenas plagiou a tese, não comprou o curso, que tal sr.Relvas!)



Oposição alemã exige demissão imediata de ministra que perdeu título de doutora


A oposição alemã exigiu, esta quarta-feira, a demissão imediata da ministra da Educação e Ciência, Annette Schavan, depois de a Universidade de Düsseldorf lhe ter retirado o título de doutora, por plágio de grande parte da tese.


A senhora Schavan já não tem credibilidade como ministra. Deve arcar com as consequências. O padrão é o igual para todos", afirmou a secretária-geral do Partido Social-Democrata (SPD), Andrea Nahles, em declarações publicadas pelo jornal "Die Welt".

A mesma ideia foi transmitida pela líder parlamentar dos Verdes, Renate Kühnast, que, em declarações ao jornal Tagesspiegel, afirma estar confiante de que Schavan se vai "poupar a si própria e à ciência de um prolongamento deste escândalo e que apresentará a sua demissão".

O Conselho Académico da Universidade de Düsseldorf, situada no oeste da Alemanha, declarou, esta madrugada, inválido o título obtido há 33 anos, tendo decidido - com 12 votos a favor, dois contra e uma abstenção - retirar o título de doutora à ministra, informou o presidente da entidade, o professor Bruno Bleckmann.

O Conselho da Faculdade de Filosofia considerou ter provado que Schavan, de 56 anos, incluiu "de forma sistemática e premeditada" na sua tese de doutoramento um trabalho intelectual que não é da sua autoria.

A ministra democrata-cristã, que se encontra na África do Sul em viagem de trabalho, vai recorrer da decisão, anunciaram os seus advogados.


Fonte: JORNAL DE NOTÍCIAS

Sem comentários:

Enviar um comentário