quarta-feira, 22 de fevereiro de 2012

À Volta com a Economia: Portugueses fogem há 34 meses dos certificados de aforro

Fonte: Diário ECONÓMICO ONLINE


Portugueses fogem há 34 meses dos certificados de aforro


As famílias portuguesas tiraram mais 246 milhões de euros dos certificados de Aforro em Janeiro.

Há 34 meses seguidos que as famílias portuguesas fogem dos certificados de Aforro. No primeiro mês de 2012, foram mais 274 milhões de euros saíram que deste instrumento de dívida do Estado, contra apenas 28 milhões de euros em novas subscrições, revelou hoje o Boletim Mensal do Instituto de Gestão da Tesouraria e do Crédito Público.

O número confirma a tendência verificada no ano passado. Em 2011, os resgates líquidos atingiram os quatro mil milhões de euros, em linha com o esperado pelo Governo português.

A baixa remuneração oferecida por este produto cuja rendibilidade está dependente da evolução da Euribor a 3 meses pode ajudar a explica a tendência de fuga dos portugueses em relação aos certificados de Aforro. A taxa líquida para quem subscrever este produto este mês é de menos de 1%.

Em situação diferente continuam os certificados do Tesouro, que voltaram a somar um saldo líquido mensal de subscrições positivo, à conta de um volume de subscrições de 40 milhões de euros e de 23 milhões de euros de resgates.

Sem comentários:

Enviar um comentário