sexta-feira, 25 de janeiro de 2013

À Volta com a Vida: Dois passos à frente, três à retaguarda (Miguel Relvas mais uma vez desmentido pelo Conselho de Ministros)




Dois passos à frente, três à retaguarda


A tão esperada privatização da RTP, a famosa concessão da RTP, a estranha semi-privatização da RTP, acabou, para já, numa simples reestruturação. Não vou fazer ninguém perder tempo a recordar as frases (bastam mesmo as frases) que o Ministro Miguel Relvas disse sobre o tema no último ano e meio. Mas foram todas desmentidas pelo Conselho de Ministros de hoje: a privatização será adiada sine die e há uma dotação orçamental extra para reestruturar a empresa.

Ou seja, depois de tanto tempo, o governo optou pelo modelo do anterior Presidente do Conselho de Administração da RTP. O exacto modelo que o governo recusou há uns meses levando à demissão da administração. Uma vez mais, não vale a pena perder tempo com as posições públicas (bastam mesmo as posições públicas) do Ministro Miguel Relvas sobre o assunto. Mas foram todas desmentidas pelo Conselho de Ministros de hoje.

Conclusão, o governo não tinha comprador para um eventual negócio decente e percebeu que não tinha condições para avançar com qualquer negócio indecente. A privatização era discutível e a concessão bizarra, mas a semi-privatização seria uma verdadeira PPP. Foi isso que tanta gente disse durante tanto tempo. E isso foi confirmado pelo Conselho de Ministros de hoje.


Fonte: EXPRESSO Online

Sem comentários:

Enviar um comentário