quinta-feira, 17 de maio de 2012

Livros que merecem ser lidos...


A ANÁLISE DOS SITEMAS POLÍTICOS
Jean-William Lapierre

Esquematizando os pontos essenciais abordados nesta obra: O que é um sistema? O qué é um sistema social? O que é um sistema político? Conceitos fundamentais de um modelo de análise.
Professor de Sociologia na Universidade de Nice, Jean-William LAPIERRE, é simultaneamente o fundador e director do Laboratório de Sociologia da mesma Univesidade.
A sua obra é vastíssima, colaborador ra revista Espirit, desde 1946, publicou artigos em numerosas revistas científicas tais como: Revenue Française de Sociologie, Revenue Français de Science Politique, Revenue Française de Pedagogie, Cahiers Internationaux de Sociologie, Sociologie Internationalis (Berlim), Revenue de I'institut de Sociologie (Bruxelas), Revenue Européenne des Sciences Sociales (Genebra), Cahiers de la Société Historique Acadienne (Moncton, Canadá), etc..
Leccionaou e proferiu conferências em diversas Universidades estrangeiras: Moncton, Nouveau-Brunswick, Canadá; Bucarest, Iasi, Cluj-Napoca, Roménia; Liége e Louviana, Bélgica; Universidade de Laval, Montreal Trois-Rivières, Quebec; etc.
Menconamos alguns dos mais importantes títulos de autoria do Professor Jean-William LAPIERRE: "Le Pouvoir Politique", "Essai sur le fondement du pouvoir politique"; Vivre sans Etat? Essai sur le pouvoir politique et I'innovationm sociale", tendo participado em várias obras colectivas, em particular, "Sociologie des Mutations", sob a direcção de Georges Balandier.
Do prefácio para a edição em língua portuguesa de «A Análise dos Sistemas Políticos», que foi elaborado pelo regente do curso de ciência pol+itica, da Faculdade de Direito, Dr. João Jorge FERREIRA LOURENÇO, salientamos; "Trata-se de uma obra que conseguiu uma felicíssima e rar simbiose entre um assinalável mérito pedagógico - sobretudo pela constante chamada à colação de factos políticos da História, mais ou menos recentes, proporcionando uma nítida perceptividade dos problemas inerentes à implementação dos modelos analisados, ilustrando-os, por essa forma - e um notório interesse científico fazenso ius, desenvolvendo e actualizando uma abordagem metodológica verdadeiramente integradad, no campo da ciência política...".
Livro publicado pelas EDIÇÕES ROLIM, Lisboa, com 232 páginas.



Í N D I C E

Prefácio da edição portuguesa
Introdução

Primeira Parte - De que se trata?

Capítulo I - Que é um modelo teórico

Capítulo II - Que é um sistema político?
a) Que é um sistema?
b) Que é um sistema social?
c) Que é um sistema político?
d) Conceitos fundamentais do modelo de análise

Segunda Parte - O que entra no Sistema Político

Capítulo I - Exigências, recursos e limitações
a) Exigências políticas
b) Os recursos e as limitações políticas

Capítulo II - A entrada de exigências e recursos
a) A filtragem de exigências
b) A mobilização dos recursos

Terceira Parte - O que se passa num Sistema Político

Capítulo I - A redução de exigências
a) A selecção
b) A ordem de prioridades
c) A combinação das exigências

Capítulo II - A competição de exigências
a) Sistemas programado e sistema decisional
b) Convergências e divergências, compatibilidades e incompatibilidades entre exigências políticas
c) A determinação de problemas críticos
d) Elaboração e propostas de soluções

Capítulo III - A tomada de decisão
a) Diferenciação dos papeis e níveis de decisão
b) As incertezas na decisão política
c) Margens de escolha e riscos calculados
d) Processo de influência, poder formal e poder efectivo

Quarta Parte - O que sai de um Sistema Político e o que daí resulta

Capítulo I - A execução das decisões
a) O aparelho de execução
b) O consentimento à obediência
c) A coerção e os instrumentos da força pública

Capítulo II - Os processos de retroação
a) Resultados, repercussões, retroacção
b) Informação retroactiva e processo de controlo
c) A retroacção directa; auto-regulação e auto-transformação do sistema político

Conclusão

Sem comentários:

Enviar um comentário