quarta-feira, 23 de fevereiro de 2011

A Minha Tese: Percursos e Representações sobre o Consumo Excessivo de Álcool: Um Estudo Exploratório na Grande Área de Lisboa - BIBLIOGRAFIA



A.   Temática


A REPORT TO THE EUROPEAN UNION, (1998), Alcohol Problems in the Family, England, Published by Eurocare.

ADÉS, Jean, LEJOYEUX, Michel, (1997), Comportamentos alcoólicos e seu tratamento, Lisboa, Climepsi.

ALMEIDA, João Ferreira de, (coord.), (1999), Introdução à Sociologia, Lisboa, Universidade Aberta.

BOURDIEU, Pierre (1979),  La Distinction - Critique Social du Jugement, Paris, Éd. de Minuit.

CABRAL, Álvares, et al., (1990), Problemas do Álcool nas Famílias, Empresas e Comunidades, Lisboa, SAAP.

CASTELÃO, O., CANHA, C. (1985), Álcool – Marginalidade, Lisboa, Instituto Damião de Góis

CLAVEL, Gilbert, (2004), A Sociedade da Exclusão – Compreendê-la para dela sair, Lisboa, Porto Editora.

CLÍMACO, Maria Isabel, RAMOS, Luís, (coords.), (2003), Álcool, tabaco e jogo – do lazer aos consumos de risco, Coimbra, Quarteto.

DOMINJON, Jacqueline, WAGNER, Anne-Catherine, (2006), Os estudantes e o Álcool, Coimbra, Quarteto.

DURKHEIM, Emile, (1998), As regras do método sociológico, Lisboa, Presença (7ª edição).

FERREIRA, J.M.Carvalho, NEVES, José, CAETANO, António, (2001), Manual de psicossociologia das organizações, Lisboa, McGraw-Hill.

FOUQUET, Pierre, BORDE, Martine de, (1985), Le Roman de l’álcool, Paris, Seghers.

FRAZÃO, H., BREDA, J., PINTO, A., Álcool e Criminalidade, – “população doente do C.R.A.C.”, Revista da Sociedade Portuguesa de Alcoologia, 1997

GAMEIRO, Aires, (1998), Hábitos de beber dos portugueses e prevenção dos problemas ligados ao Álcool, in Hospitalidade, Mem-Martins.

GAMEIRO, Aires, (2000), Alcoolismo nos Açores e Madeira – Padrões de Consumo em 1999 e 2000 – Linhas de Prevenção, Lisboa, Editorial Hospitalidade.

GIDDENS, Anthony (2000), Sociologia, Lisboa, Fundação Calouste Gulbenkian (2ª edição).

MELO, Paixão, CARVALHO, Gualter de, (trad. e adap.), (1977), Generalidades sobre o alcoolismo, Lisboa, Sociedade Anti-Alcoólica Portuguesa (2ª edição).

MELLO, M.L. Mercês de, BARRIAS, José, BREDA, João, (2001), Álcool e problemas ligados ao álcool em Portugal, Lisboa, Direcção Geral de Saúde.

MENDONÇA, M, (1977), Étude pédopsychiatrique sur des enfants de père alcoolique, Rev. Neuropsychiatrique Infants, Nº 25,  pp. 411-428.

MERRIAM, Sharan, (1988), Case Study Research in Education: A Qualitative Approach, São Francisco e Londres, Jossey-Bass Publishers.

NOWLIS, Hellen, (1979), A verdade sobre as drogas, Lisboa, Gabinete de Planeamento e de Coordenação do Combate à Droga, (4ª edição).

OPSS (2003), Relatório da Primavera de 2003 – Saúde que rupturas? Lisboa, Escola Nacional de Saúde Pública.

PAIS, José Machado, (2006), Nos Rastos da Solidão – Deambulações Sociológicas, Lisboa, Âmbar.

PAIS, José Machado, CABRAL, M. Villaverde, (coord.), (2003), Condutas de risco, práticas culturais e atitudes perante o corpo – resultados de um inquérito aos jovens portugueses em 2000, Oeiras, Celta.

STEL, Jaap der, (1998), Manual de prevenção: Álcool, drogas e tabaco, Estrasburgo, Conselho da Europa.

VALA, Jorge, MONTEIRO, M. Benedicta, (coords.), (1996), Psicologia social, Lisboa, Fundação Calouste Gulbenkian, (2ª edição).

B.   Metodológica

ALBARELLO, Luc et al. (1998), Práticas e Métodos de Investigação em Ciências Sociais, Lisboa, Gradiva.

ALMEIDA, João Ferreira de, PINTO, José Madureira (1982), A Investigação nas Ciências Sociais, Lisboa, Editorial Presença.
           
BARDIN, Laurence, (1977), Análise de Conteúdo, Lisboa, Edições 70

BELL, Judith, (1993), Como realizar um projecto de investigação, Lisboa, Gradiva

BOUDON, Raymond., (1990), Os métodos em Sociologia, Lisboa, Rubim, pp. 41-78

BURGESS, Robert G. (2001), A Pesquisa de Terreno (uma introdução), Oeiras, Celta Editora

COSTA, António Firmino da, “A pesquisa de terreno em Sociologia”, in PINTO, J. Madureira e SILVA, A. Santos, (org.), (1984), Metodologia das Ciências Sociais, Porto, Editorial Afrontamento, Capitulo V, pp. 129-148

DURKHEIM, Emile, (1975), A Ciência Social e a Acção, Amadora, Livraria Bertrand.

ECO, Umberto, (1982), Como se faz uma tese em Ciências Humanas, Lisboa, Editorial Presença.

FODDY, William, (1996), Como perguntar – Teoria e prática da construção de perguntas em entrevistas e questionários, Oeiras, Celta Editora.

GIDDENS, Anthony (1996), Novas Regras do Método Sociológico, Lisboa, Gradiva – Publicações.

GHIGLIONE, Rodolphe, MATALON, Benjamim, (1995), O inquérito: Teoria e Prática, Oeiras, Celta.

GREENWOOD, Ernest, (1965), Métodos de investigação empírica em sociologia, Análise Social, Nº 11.

HILL, M. Manuela, HILL, Andrew, (2002), Investigação por Questionário, Lisboa, Edições Silabo.

MOREIRA, C. Diogo, (1994), Planeamento e Estratégias da Investigação Social, Lisboa, ISCSP.

QUIVY, Raymond, CAMPENHOUDT, Lucvan. (1998), Manual de investigação em ciências sociais, Lisboa, Gradiva, (2ª edição).

SILVA, A. Santos, PINTO, J. Madureira, (orgs.), (2001), Metodologia das ciências sociais, Porto, Afrontamento, (11ª edição).

VALA, Jorge, A Análise de Conteúdo, in SILVA, A. Santos, PINTO, J. Madureira, (orgs.), (1999), Metodologia das Ciências Sociais, Porto, Edições Afrontamento.

C.   Fontes Consultadas

Biblioteca do ISCTE.

Localização: Av. das Forças Armadas, Edifício II do ISCTE.
Tipo de Acesso: Público
Horário: Seg. – Sex. 10h00 – 20h00 

Biblioteca Nacional

Localização: Campo Grande, 83
Tipo de Acesso: Público
Horário: Seg. – Sex. 09h30 – 19h30
               Sábados 09h30 – 17h30


D.   Endereços Electrónicos

CRAS, Centro Regional de Alcoologia do Sul (2006),

ISJD, Instituto S. João de Deus, Casa de Saúde do Telhal (2005),

SAAP, Sociedade Anti-Alcoólica Portuguesa, (2006)
http://saap.planetaclix.pt/saap/pt

Sem comentários:

Enviar um comentário